terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Não queria ser freira


Uma freira fura o dedo na agulha e solta:
-Puta que pariu!
Em seguida, lembrou-se de que era uma 
freira e que não podia falar palavrão:
-Caralho! 
Falei puta que pariu! 
Ah... Foda-se! 
Eu não queria ser freira 
porra nenhuma mesmo!